Blog do escritor Ferréz

A coragem de Erundina e a covardia de Kassab. Erundina mostrou mais uma vez uma personalidade impressionante ao não participar da coalisão que o PT fez junto com Paulo Maluf, quero dar os parabéns para ela, uma mulher que tive o prazer de encontrar várias vezes, e que tem uma ideologia realmente coerente. Por causa de 1 minuto e meio, foi feito essa junção com Paulo Maluf, uma pena mesmo. Pior que agente tá sem escolha, pois o Kassab após anular licenças dos camelôs e dar um mês para que eles saiam definitivamente das ruas do centro de São Paulo, depois de tanta mídia, de tanto deficiente amarrado na porta da prefeitura, recuou e abriu exceção em relação a vendedores ambulantes deficientes e idosos. Kassab garantiu na manhã de ontem que vai "oferecer a eles segurança para que seu trabalho e seus rendimentos não cessem" enquanto shoppings populares são construídos. Todo mundo sabe que esses “shoppings populares” são uma merda, tem acesso restrito, ficam em lugares onde ninguém passa. Mas nem tudo é mamão para os deficientes e idosos, já moram num país onde depois de 59 anos de idade o plano de saúde triplica de valor, os remédios são cada vez mais caros, e a aposentadoria quando chega ainda em vida, é humilhação em cima de humilhação, pega uma fila para ter seus direitos como aposentado pra ver o que é a vida, bom fora tudo isso, a prefeitura ainda estuda se os camelôs nesse perfila vão continuar trabalhando norma ou se vai ver outra solução. "Teremos nessas quatro semanas a oportunidade de construir uma forma de tê-los abrigados enquanto não tem solução definitiva do shopping", disse. Quando os espaços ficarem prontos, idosos e deficientes terão prioridade. ou a coisa vai esfriar na mídia, e a prefeitura deixar para lá, como acontece com as famílias que são tiradas das favelas, e depois jogadas na rua, com uma ridícula ajuda aluguel. Para os outros camelôs, Kassab não apresentou nenhuma solução a curto prazo. Os três shoppings populares que vão abrigá-los ainda estão sendo planejados. A previsão do prefeito é de que fiquem prontos "ainda ao longo do ano que vem". "Se puder ainda neste ano, melhor." a verdade é que os camelôs deficientes e idosos, vão ter a ajuda da Defensoria Pública do Estado, que já conseguiu decisão temporária que impede que camelôs da zona leste seja tirados da rua. A advogada Juliana Avanci, do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, que presta auxílio aos ambulantes, afirma que não são só deficientes e idosos que precisam de ajuda na transição. "A Prefeitura não pode tirar a licença de pessoas que trabalham há 30 anos sem dar alternativas de trabalho." Quem mora na quebrada, sabe que o prefeito tirou todos vendedores ambulantes, e até fixos, e transformou tudo em praça, tem praça em tudo que é lugar na quebrada, e agente que conhece quem vendia seus ítens para viver, agora estão descabelados, sentados nas mesmas praças com a cabeça baixa. Enquanto isso o plano segue, organizar São Paulo, de baixo pra cima. pode acreditar. precisamos mesmo pensar no nosso voto, usar essa arma para mudar essa política que São Paulo está vivendo, e para muitos sobrevivendo.

Um comentário:

nina balla disse...

Esse verme chamado KASSAB nada mais é do que uma possessão demoníaca que caiu sobre a cidade de SÃO PAULO.