Blog do escritor Ferréz

Redson - Sentiremos saudades



Como morador do Capão tive a honra de acompanhar os ensaios do Cólera, antes de entrar no meu colégio, a aula era tumultada pela bateria do Pierre, e pela voz forte do Redson, fui crescendo e consegui comprar meu primeiro vinil do Cólera, ter um grupo dentro do bairro e ver ele em disco é uma honra.
Isso foi em uma época que o Hip-hop ainda não fazia ecoar as quebradas.
Com o Bill do Extremamente Irritante consegui os outros discos, e foi com ele também que o Redson me recebeu em sua casa, onde ouvimos o ensaio sentados no quarto do Redson.
Os anos passaram, e minha coleção foi aumentando, cada disco que lançava era melhor que os outros, puro protesto e poesia, foi com o nome do cólera no case que fiz meu primeiro show de rap.
O Redson montou uma casa de fotocópias no bairro e eu sempre ia lá falar com ele, quem conheceu o cara sabe que o artista era a face real dele, vivia o que cantava.
A notícia só me chegou agora, agradeço o Hamilton pela lembrança, o Redson faleceu como viveu, lutando.
O bairro chora sua perda, as mansões de madeirit estão mais tristes.

Descanse em paz Redson.

Ferréz

Um comentário:

Quin 1977 disse...

É uma grande perde para todos nós!
Êra PUNK!