Páginas

Paraty 2010


E cheguei na cidade literatura logo pela hora do almoço, mas já tinha comido numa parada em um bar antes da cidade, para quem não sabe o rango lá é meio cara nesses dias de evento.
muitos autores vendendo suas obras, mas o lugar não tinha cara de tantos leitores, pelo menos foi o que achei, tinha muito turista, muita gente passeando, e trombei o Tezza andando tranquilamente sem ser reconhecido, quer dizer que leitor mesmo tava osso heim. A certeza veio quando encontrei o Suplicy numa mesa de autógrafo, um jovem na frente perguntou para o de tráz, - quem é esse escritor ai?
Fiz um bate-papo e vendi alguns exemplares do Cronista e do Amazônia em chamas, ambos do Selo Povo, apresentei o trampo na casa Clube dos autores (www.clubedeautores.com.br)

Entrei um café e outro muito debate, foi uma conversa muito boa, o Wagner do Sarau na brasa tava lá, o Rodrigo Ciríaco também, e ainda o MIchel da Silva.
agradeço a presença e as ótimas conversas que tivemos.


Fiz uma matéria para a MTV sobre o evento, e também falei com a Folha, o que achei dessa Flip é que como sempre é um evento muito organizado, que valoriza também o escritor, mas ainda vejo muito global brilhando mais do que os autores, que teriam que ser os grandes astros do evento, mas isso também é a mentalidade do povo, nossa missão é mudar isso, fazer a arte da escrita ser cada vez mais valorizada.
no final fui ver o Crumb e o Sheldon, o mediador começou até bem, mas depois a palestra desandou, virou conversa de relacionamento, e até a mulher do Crumb subiu para falar, uma pena,pois os trabalho dela não é bom e nem relativo aos deles, já que como dois ícones do underground teriam tanto a somar, falando de distribuição, de métodos alternativos de trabalho e de mídia pop, mas as perguntas não foram boas e deu no que deu, frustração.



Paraty sempre vale a pena, é um lugar muito bonito, encontrei muita gente ralando, vendendo seus trabalhos e lutando para ter seus livros lidos, isso por si só já vale a viagem.

3 comentários:

vato cria das ruas... disse...

nossa amazonas em chamas ja saiu?
vix amanha mesmo eu vou na loja busca meu exemplar... uhuuuu
catia cernove9 arrebenta ....

Michel Yakini disse...

Firmeza Ferréz ..

Foi da hora poder te encontrar em paraty e bater um papo sobre a nossa literatura ..tomara que encontros assim aconteçam mais vezes ...fortalece

Vamô lançar teu trampo e o da a Cernov em pirituba, Selo Povo +Sarau Elo da Corrente???

Michel Yakini

Renato disse...

Saudações Ferrez

Estive na Flip ao teu lado por vários momentos mas minha ignorância não me permitiu reconhecer-te.

Boa Sorte na eterna caminhada.