Blog do escritor Ferréz

Poema para um advogado


Salve, pra mim sempre foi assim, como poeta ou escritor, ou para alguns s
ó datilógrafo, eu sempre pensei que não escrevo por lançamento, autógrafo, nem editora, muito menos por divulgação, e sim por necessidade, ou melhor, precisão de ser útil de alguma forma.

E isso é tão verdade, que assuntos urgentes para todos, ao escritor vira segundo plano.

Como se a vontade de ver novamente sua falecida mãe fosse maior que uma estrela, ou dizer bem alto que seria a vontade do destino no trem bala a passageira.

Coisas estranhas como separação, onde o ponto de vista pode ser mais poético do que realístico.

Naquele dia o amor ficou pelo canto e foi marcado o dia que separamos

Podemos falar se situações, posso criar momentos.

Sentado na mureta, eu fico a pensar, quanto custa uma filha do pai separar?

E através de invenção, mostramos o que alguns sentem lá dentro.

E hoje sem dó do meu destino, sou pai sem filho.

A lágrima seca no olha sem visão.

Algumas profissões.

Quero advogar por um mundo com mais paixão.

A justiça está vendada e não cedeu.

Tenho medo de minha filha perguntar quem sou eu.

Planto esperança pra não colher desilusão.

Caminho nesse vale vendo seu rosto em tudo que vejo.

Ascendo o cigarro e solto fumaça pelo tempo.

Ando com amigos que fazem realidades rimadas.

O ano novo cercado de gente não quer dizer nada.

A distancia e grande mas não me muda o foco.

Quero ter você de novo minha filha, e logo.

Dedicado a Hamilton, durante um show do Facção, lá fora sentado numa mureta, fumando, olhando para o céu azul, eu vi tudo isso em seus olhos.

3 comentários:

Carina. disse...

"Quero advogar por um mundo com mais paixão."


O poema ficou foda, Ferréz.
Beeijo.

Fabrine... disse...

Eu tb observo o mundo como fazes...

Sonho fazer o melhor possível com minha profissão, afinal, não foi o povo que custeou meu "diploma"? É para este mesmo POVO que devo meus esforços...

Não tenho a sua força na palavra (poeta) mas, certamente, já o admiro e vou procurar me melhorar...

Força na luta!

(abraço!)

Fabrine...

amilton disse...

erréz, meu amigo!


Não tenho palavras pra descrever meus sentimentos quando li o poema que me dedicou.

O que posso dizer? A não ser, muito obrigado!

Eu sei que o objetivo é a revolucão.

E hoje meu amigo, a revolução não foi de milhões.

Você conseguiu com suas palavras fazer uma revolução de sentimentos dentro do coração de apenas um...

Um simples homem... um simples advogado.... um simples pai....

Obrigado meu irmão!