Blog do escritor Ferréz

Seu presente de natal, um dossiê da NIke.

Salve
Todos sabem que a anos, eu falo de marcas como Nike e Adidas, não só pela propaganda agressiva, fazendo jovens do terceiro mundo se matarem a anos tanto no emprego como no revólver por um amaldiçoado par de tênis, mas também pelo modo que esses produtos são feitos, produzidos com mão de obra escrava.
Bom, de presente de natal vou por um pequeno dossiê sobre a Nike, pra você ler e decidir por sua própria conta se adquire esses produtos ou não, vou por alguns detalhes sobre a empresa e depois uma entrevista do próprio dono da Nike, que num trecho marcante fala "Não seria bom conectar Nike com probreza".
Quando você adquire um produto, você contribui para o que ele simboliza, para a idéia que ele prega, lembre-se também, que toda grande empresa americana alimenta o fundo de segurança nacional, que na verdade é um fundo de guerra para os Estados Unidos tramarem seus genocídios por petróleo. Hoje a nação americana alimenta centenas de guerras com esse dinheiro.
Voltando diretamente a Nike em entrevista ao Michael Moore, nada mais apropriado do que o priprietário para falar, mas antes vamos a alguns detalhes.
A Nike tem custo mínimo na produção de seus produtos o que permite um excessivo gasto em marketing e pesquisa de mercado, são nesses anúncios que estão embutidos o valor da marca.
A fórmula do sucesso da Nike e muito simples produzir acessórias de qualidade a baixo custo.
Explorando milhões de pessoas miseráveis nos países onde a situação econômica é mais critica, onde podem fazer seus operários trabalharem 12 horas por dia ganhando menos de 30 centavos por dia.
A Nike tem fabricas ao redor do mundo, especialmente em países de terceiro mundo, onde as leis sejam escassa e onde os direitos humanos não são respeitados.

Esse aí é o dono da Nike, Phil Knight.

A Nike não fabrica nada nos Estados Unidos, portanto o cara pensa que tá pagando de gringo, mas tá usando produto feito em porão no Afeganistão, esse tipo de coisa não tem nada a ver com o Hip-Hop que me mostraram.
A fabrica da indonésia emprega trabalhadores menores de idade, crianças de 12,13 anos trabalham turnos de 12 horas em condições tão horríveis que seria difícil achar algo parecido em nosso pais. (você vai conferir isso na entrevist a baixo)
Justificativas poderiam ser apresentadas se a companhia fosse uma pequena empresa local, ( e mesmo assim, não é porque estamos num lugar omisso, que temos que ser omissos também, uma das bandeiras do Hip-Hop é bater de frente com a desigualdade, ou não é?) mas estamos falando de uma dos maiores impérios do mundo.
A custa de mães solteiras que em um pais pobres e islâmico, não conseguem encontrar um trabalho digno para alimentar seus filhos sendo assim devem se submeter a uma vida de semi-escravidão.
Quando ativistas a favor dos direitos humanos começaram a investigar os estabelecimentos da Nike em indonésia, não podiam acreditar em que seus olhos viam, alem da vida de semi-escravidão de seus operários, ainda são forcados a trabalhar com produtos químicos altamente tóxicos e sem nenhuma proteção.
Nike tem fabricas nos países mais miseráveis do mundo, onde lhes garante mão-de-obra barata e sem ter que cumprir nenhum dos deveres de um empregador de uma pais de primeiro mundo.
Bolas de Futebol da Nike são feitas em pequenos quartos sem janelas, por velhos jovens e crianças sentados no chão de cimento em pequenas aldeias do Afeganistão.
Tênis da Nike vem de suas putrificas fabricas no Vietnã, Indonésia Camboja e China.
O que você pode fazer para combater essa injustiça? explodir uma fábrica deles? bom, aí é com você, eu diria que já ajuda não comprar nada que a NIKE produza, mas a consciência é sua.
Acompanhe agora a entrevista feita por Michael Moore e veja como esse novo amigo do nosso movimento pode ser generoso quando o assunto é ser humano.

Michael Moore Entrevista Phil Knight, o dono da Nike

O Cineasta e Ativista Norte Americano Michael Moore, produziu um documentário chamado "The Big One" (O Grande) esta documentário foi altamente aclamado Nos EUA e ainda não foi lançado no Brasil ( e nem será e claro).
Nesse documentário Michael faz uma investigação sobre as atrocidades que a Nike Inc. vem fazendo na Ásia, nesse filme o "todo poderoso" da Nike Sr.Phil Knight, foi obrigado por pressão do publico a dar uma entrevista a Michael, leia aqui como foi e o que fez a Nike perder milhões de dólares ano passado, veja porque.
Michael Moore: Da ultima vez que eu falei com você eu lhe pedi duas coisas, primeira que você construa uma fabrica aqui nos EUA com condições dignas, e segundo lugar para aumentar a idade das crianças que estão trabalhando nas fabricas da Nike na Ásia, defensores do direitos Humanos comprovaram que existe crianças de menos de 12 anos trabalhando em condições horríveis em período integral. quando eu te disse isso da ultima vez você me disse que as crianças não tinha 12 anos e sim 14, dai eu perguntei se você não sentia nenhum remorso pelas crianças semi-escravas lá, e você me disse que " NUNCA TINHA PENSADO NISSO. nunca pensou? ué? e agora parou para pensar nas pobres crianças?
Phil Knight: Sim eu pensei a respeito, sim. Michael Moore:E o que você vai fazer a respeito? Phil Knight: Bem, eu penso que.. eu penso... eu não queria dizer estúpido, mais vou ter que dizer que e uma coisa muito estúpida, porque essencialmente e estúpido.
Michael Moore: Han, o que e estupido?! Phil Knight:E estúpida a idéia de aumentar a faixa etária das fabricas da indonésia de 14 para 18.


Eu acho estúpido alguém sentado aqui em Nova York dizer o que e justo ou não para crianças da Indonésia ou no Vietnã. Sabe porque? porque e responsabilidade das Nações Unidas, eles determinam que naqueles países a idade mínima e de 14 anos, se você quer ser extremista então porque não aumentam a faixa etária para 25 anos? dai teremos um monte de formados em PHD, precisamos de gente para fazer os sapatos, e eles lá sabem que e necessário trabalhar desde de criança pois só assim conseguem sobreviver.
OK digamos que a pessoa deve haver ao menos 18 anos para trabalhar na fabrica antes disso ele tem que ir a escola normalmente como uma garoto Americano, não e assim simples, e diferente lá!
Michael Moore: Más um garoto e um garoto (ou garota já que a maioria são meninas nessas fabricas). Um adolescente, de 14 anos ainda esta em desenvolvimento, ele não deveria trabalhar 12 horas por dia, 6 dias por semana numa fabrica de sapato.
Phil Knight: Bem...bem... fala isso para as Nações Unidas!
Michael Moore:Não, eu falo isso para você! pois você e muito mais poderoso do que eles nesse caso pois você comanda um monte de fabricas lá e você PODE tomar essa decisão quando quiser! Agora mesmo você poderia mudar isso enquanto estamos sentados aqui em Nova York.
Phil Knight: Mas ele tem que trabalhar para comer. Quero dizer basicamente quando foi o que aconteceu Vamos aumentar os estandartes como as nações unidas fizeram lá no Paquistão * Porem eles disseram que as famílias ficariam depravadas de muitas coisas economicamente falando. Então e obvio que tem que ter um balanço e dentro das leis determinadas pelas nações unidas a faixa etária que uma criança pode trabalhar e 14 anos.
* (Nike decidiu usar os estandartes das Nações Unidas no Paquistão depois do escândalo de crianças de 8 anos fazendo bolas de futebol da Nike em porões de casas naquele pais)
Michael Moore: Mas você acha isso certo?
Phil Knight: Eu penso de sim, eu acredito que sim! Michael Moore: Você tem filhos?
Phil Knight: Sim, tenho.
Michael Moore: Você gostaria de ver o seu filho trabalhando 12 horas por dia 6 dias por semana, as vezes 7, aos 14 anos de idade, com supervisores chingando e maltrando ele?
Phil Knight:A..a.. mais...mais... Michael Moore:Em uma fábrica que usa produtos quimicos perigosos toxico repirando cola o dia todo?
Phil Knight: Você quer que eles usem.. você quer que eles usem os mesmos estandartes e condições que nos temos aqui nos EUA você esta afirmando que eles estão errados e não deveriam fazer isso.
Michael Moore: Sim nos fazemos isso todo o tempo. Nos aqui nos EUA nunca concordamos com o Apartaid na África do Sul eu acredito que era errado. Você não achava errado?
Phil Knight: Claro, claro! Michael Moore:Claro e por isso, nos achávamos errado pessoas serem tratadas como animais simplesmente por causa da cor por isso nos queríamos impor os estandartes Americanos lá.
Phil Knight: Certo, mais temos.. temos que entender que estamos falando de um pais de terceiro mundo aqui nos dos Estados Unidos não tínhamos quer ter 18 anos para trabalhar em fabricas 200 anos atras.. Você sabe que nos primeiros anos do nosso pais jovens trabalhavam muito duro.. A Nações Unidas disse que o Mínimo aceitável será 14 anos então essa será nossa faixa etária em nossas fabricas.
Michael Moore: E essa a idade mínima para trabalhar nas fabricas da Nike?
Phil Knight: Sim nos materemos essa faiza etária. _
Michael Moore: Mas você é o chefão, você pode impedir que crianças sofram, você pode fazer a diferença...
Phil Knight: Sim, eu sou o chefe basicamente falando...
Michael Moore: Por favor Phil, diga-me ao menos que nenhum adolescente com menos de 16 vai trabalhar nas fabricas em tempo integral, por favor 16, igual as fabricas de sapato do primeiro mundo, afinal você e Phil Knight..
Phil Knight: Bem, quem sabe algum dia isso torna possível, temos muitos pedidos temos que aumentar a produção, você não vai ver isso acontecer nos próximos 6 meses..
Michael Moore: Mas você promete?
Phil Knight:Não, não, nos queremos boas condições de trabalho em todos esses países. Nos tentamos fazer o melhor possível
Michael Moore:Então, você promete que num futuro bem próximo não terá adolescentes com menos de 16 anos trabalhando em sua fabricas de calcados esportivos?
Phil Knight: Sim eu prometo isso na fabrica da Indonésia...
Michael Moore:Nos não podemos obrigar as fabricas contratadas a fazer isso poderíamos somente em nossas fabricas próprias!
Phil Knight: Nos não podemos obrigar as fabricas contratadas a fazer isso poderíamos somente em nossas fabricas próprias!
Michael Moore: Mas tudo que você controla você vai fazer isso?
Phil Knight: Na Indonésia, lá na Indonésia, nos iremos mudar a idade para 16.
Michael Moore: Quando nos encontramos na ultima vez voce disse que poderiamos ir na sua fabrica com voce.
Phil Knight: Sim, estive muito desapontado que você não veio.
Michael Moore: Bem por que o seu pessoal disse que não poderíamos filmar e nem fotografar nada! sou um cineasta, e isso que faço se não posso fazer meu trabalho nem levar a minha equipe o que vou fazer lá? se chocar com as criancinhas trabalhando?
Phil Knight:Oh não, nos pensamos basicamente em uma viagem educacional, para você ver as melhorias que fizemos lá. Obviamente tem muita pobreza na Indonésia e eu queria evitar de haver a minha imagem com a pobreza como de pano de fundo essas fotos seriam usadas contra mim não pegaria bem, não seria bom conectar Nike com pobreza...
Michael Moore: Você deveria ter vindo mesmo que sem as câmeras...
Phil Knight: Você deveria ter vindo mesmo que sem as câmeras.
Michael Moore:Você deveria ter me deixado levar as cameras porque não? Quando você começou com a trabalhar com a Nike? 28, 29 anos.
Phil Knight: 24 anos atras.
Michael Moore: 24 anos atras... Você fez Tênis de corrida aqui? em algum tempo?
Phil Knight: Não nos nunca fizemos um tênis da Nike nos Estado Unidos, nos éramos 100% importadores.
Michael Moore:Então nunca teve um Nike realmente Americano né?
Phil Knight: Teve sim, nos tivemos. em 1974, nos éramos fazendo calcados no Japão, dai ficou muito caro para nos Taiwan (Formosa) e Coréia do sul eram mercados muito obscuros e não desenvolvidos, então nos trouxemos 15% da nossa produção. entre 1975 e 1982.
Michael Moore: e dai, o que se passou?
Phil Knight: Bem as coisas não iam bem e nos estávamos prestes a entrar em uma recessão. As fabricas eram em Maine, e o estado passou lei rigorosas que obrigava empresas a pagarem altas indenizações a acidentes ocorridos nos locais de trabalho. Nos éramos obrigados a pagar indenizações a todos os trabalhadores que tivessem se ferido no local de trabalho. Um trabalhador entrou com uma ação na justiça contra nos ele dizia que contraiu Síndrome do Túnel do Carpo e o juiz nos obrigou a pagar 200 mil dólares a ele. Foi um absurdo centenas e centenas de pessoas jurando que se feriram no trabalho somente para receberem indenizações. Por esta razão fomos obrigados a fechar aquela fabrica e nos custou 10 milhões de dólares para fecha-la! Michael Moore: Sim mas o trabalhador que entrou na justiça ele realmente contraiu Síndrome do Túnel do Carpo não e mesmo?
Phil Knight: Sim e verdade, mais e muito difícil provar. Eu acho que e muito difícil saber.
Michael Moore:Uh huh. Mais e um problema serio né?.
Phil Knight: Sim, claro, Síndrome do Túnel do Carpo e problema serio, sem sombra de duvidas. Michael Moore:E você acha que os trabalhadores daquela fabrica estavam fingindo? todos eles?! Phil Knight: Sim, estou quase certo disso.
Michael Moore: E claro que sempre terá uma meia dúzia de gente ma intencionada, mas você acha justo os que estão sofrendo pagarem por eles?
Phil Knight: Claro que sim o preço dos tênis ficam muito caros se tivermos que pagar compensação.
Michael Moore:Caramba, que dizer que e assim? e na Ásia você não precisa pagar nada nem mesmo se morrerem né? tá bem..

18 comentários:

Samanta Paloma Biotti Neves disse...

Salve Ferrez!
Obrigada pelo post, esses caras são foda mesmo. Tiração total
Documentário loco também é o The Corporation.

Muita Paz e luz nas nossas caminhadas.

EduKw disse...

Fala, mano, sem dó esse texto. Consciência pra derrubar o capital, é o que digo.
Aê, escrevi sobre seu livro "Ninguém é inocente em São Paulo" no blogue do coletivo da gente aqui de Guaianases, se puder dar uma passada:
http://rebeliarte.blogspot.com/2009/12/ferrez-ninguem-e-inocente-em-sao-paulo.html
Abraço, e muita força.

Lid´s disse...

...to em choque depois de ler isso. Nossa...em que mundo eu vivo que eu não tinha a minima noção de que as coisas são feitas dessa maneira!!!

Obrigada por isso.

asé

Lid´s

WILSÃO NEGREDO E RENATO VITAL A CORRENTE FORTE DO GUETO disse...

CREDOOOOOOOOOOOOO!

Leal disse...

E ainda querem que se armamos de NIKE.
A falta de escudo por parte do oprimido não justifica a espadada dada covardemente pelo opressor!!!

rodrigo ktarse disse...

carai que direta pro brauw, uma parte do racionais esta seguindo a cartilha dos boy esta fazendo igual o partido dos trabalhadores jogando a sua historia na lata de lixo...

Gilmar Jacó disse...

Valeu Ferrez!

Importante meio de conscientização esse blog.
Para quem quizer saber mais sobre como funciona o meio de produção podre capitalista, basta ler o livro/reportagem Gomorra.

Saúde e Paz a todos

Eduardo disse...

é ferrez,o barato é mais loco doque imaginamos...
obrigado pela informação o q me
deixa triste é saber q milhares de
pessoas amam a nike,e q um pilantra
como esse ta ai passeando de blindado...
gastando dinheiro e as pessoas q
trabalham para ele estão lá sofrendo...
passando nessecidades isso tem q mudar...
temos q fazer algo e a informação
ja ajuda muito sem palavras irmão
assim q é paz...

Eduardo disse...

é ferrez o barato é mais loco doque
imaginamos o q me dexa mais triste
é saber q existem milhares de
pesseoas q são fãs da niki e q só
estão contribuindo para um pilantra
como esse ande d blindado coma
sempre do bom e do melhor e q as
crianças continuaram lá trabalhando
como escravas para tentarem sobreviver
jogar uma bomba nas fabricas dele
não vai adiantar pelo contrario
só vai nos atrasar isso tem q mudar...

Karyn disse...

Olá Ferrez, faz anos vi um documentário baseado no livro NO LOGO que tinha uma parte de esta entrevista. É absurda a maneira de pensar destes Srs. Essa semana eu vi aqui em Espanha o último documentário do Michael Moore: Capitalismo, uma história de amor... Todo mundo deveria poder ver este tipo de filme. Abrem outra janela na vida e pensamento de uma pessoa.
Abraços

Antonio disse...

aeee, essa midia cretina do sistema mostra coisas lindas, mas por trás, só sofrimento de mãos inocentes, meu DEUS! sou a favor do terror na cabeça dum pilantra desses, esse sistema falido num regenera ninguém, apenas politicos safados...

Tecno Blog disse...

Parabéns pelo post. Ferrez vi seu depoimento no documentaráio "lutas.doc", continue assim mostrando a realidade como ela é, mas que ninguem observa já que vivemos numa sociedade capitaista. Pode ter certeza que você mudou o meu comportamento. Para quem quiser o documentário passa na TVBRASIL de terça-feira 23:00, reprise na quinta à 00:00

Gi disse...

Que absurdo Meu Deus, como pode acontecer isso?

Di MalaKo disse...

Salve Ferrez
Mano ,que post loco, parabens
mas ae eu imagino um dia nossos manos com essa consciência realmente enxergarem que o problema dessas crianças da Indonésia tambem é nosso, que temos que fazer alguma coisa pra derrubar esse sistema mediocre capitalista que ta ai, colocado, imposto e que não perdoa não tem nada alem de cifras...coração nada...

DANILO. disse...

salve ferrez foda essa parada aii tio vlw mesmo por postar esse bagulho aii vamos derrubar essa porra .

Piru disse...

Obrigado Ferrez grassas a esseas informações , não uso esses tipos de produtos ,continue escrevendo .
Um forte abraço.

Piru disse...

Valeu por me informar.

Tubarão disse...

essa é falta de informação na quebrada...
muita gente usa e nem sabe uque esta por traz,nem quem estar! esse é o mal da falta de informação!