Blog do escritor Ferréz

Do outro lado de lá.

A antologia de contistas brasileiros, "Il Brasile per le strade", lançada em março de 2009 pela Editora Azimut. tem entre outros Pedro Maciel, Milton Hatoum, Sérgio Sant'Anna, Dalton Trevisan, Ferréz e mais 12 escritores participam da coletânea.
América Latina Brasil pelas ruas (ou pelas estradas).
Para cada história, um autor e um lugar: a cidade, um lago, uma estrada, um semáforo, o cais de um rio, uma ponte sobre a periferia ou de uma sala que flutua na solidão subterrânea, a marginalidade de uma favela.
Dezenove histórias, entre elas o inédito O.M.N.I (Objeto Matador Não Identificado) do escritor paulista Ferréz, que dispara uma narrativa seca e recheada de lirismo, fazendo juz ao título de novo autor brasileiro.
Este não é um guia. Aqui, a viagem é íntima. Aqui, a linguagem e narrativa da criação é o veículo que conduz o leitor para a descoberta de um novo Brasil, por vezes surreal e visionário, mais exótico, mais urbano, ou inversamente íntimo, visceral, canibalizado.

já na França Paulo Lins escreve prefácio inédito para o Manula Prático do ódio que chega as livrarias em breve.

Trecho do prefácio.

"Manual prático do ódio não revela o que é a pobreza unida às armas e as drogas, mas o pensamento de quem nasceu dentro desse universo. E São Paulo vai apodrecendo em cada página, em cada palavra desse Romance."

Paulo Lins.



4 comentários:

WILSÃO NEGREDO E RENATO VITAL A CORRENTE FORTE DO GUETO disse...

Parabéns mano, só no aguardo do livro novo. Abraços.

Sandro Nicodemo disse...

Beleza irmão?!
Minha próxima missão é ir atrás desse livro aí!
Estou terminando "Manual Prático do Ódio", a dinâmica narrativa detona! Sinto-me no meio! Muito foda!
Ajuda aí, tá faltando algum que não li além de "Capão Pecado", "Ninguém é Inocente em São Paulo" e "Amanhecer Esmeralda" (esse último, eu pedi para que todos os jovens com os quais trabalho lessem - perifa de Osasco)?
Cara, parabéns pelo trabalho!
Tem twitter? @sandronicodemo
Grande admiração!

Sandro Nicodemo disse...

Beleza irmão?!
Minha próxima missão é ir atrás desse livro aí!
Estou terminando "Manual Prático do Ódio", a dinâmica narrativa detona! Sinto-me no meio! Muito foda!
Ajuda aí, tá faltando algum que não li além de "Capão Pecado", "Ninguém é Inocente em São Paulo" e "Amanhecer Esmeralda" (esse último, eu pedi para que todos os jovens com os quais trabalho lessem - perifa de Osasco)?
Cara, parabéns pelo trabalho!
Tem twitter? @sandronicodemo
Grande admiração!

paulinho disse...

E ai blz, sou frentista da petrobras tenho 27 anos, moro no interior de pernambuco, numa cidadizinha com pouco mais de doze mil habitantes e infelizmente já estou completamente entramelado dentro desse sistema escroto que nós somos obrigados a viver, onde todo dia é uma guerra, onde agente tem que lutar com a única esperança de sobreviver, para ter forças de lutar de novo no dia seguinte. mais algumas coisa me ajudam nessa luta, como uma mulher que me ama, uma cerveja pra relaxar, e de algum tempo pra cá a internet, já que a pouco tempo comprei o computador graças a ajuda bem generosa do meu pai. E eu confesso que já andava meio desistimulado com o socialismo, mas depois da internet vi que a uma mobilização, mas que pra mim por exemplo termina se tornando uma coisa meio que utópica.
Por essas e outras eu entendo que as coisas podiam ser estimulada de fora pra dentro, das pequenas cidades dos rincões do brasil, para os grandes centros, muita coisa boa surgiu assim.
Radios comunitarias, jornais impressos, cooperativas, sindicatos, nada disso existe na minha cidade, e em muitas por aqui, o povo tá muito distante, do que é bom e do que é ruim, do que é certo do que é errado, etc. A solução pra que toda essa merda tenha jeito é uma profunda e ampla campanha de concientização social, ja que não temos os grandes meios do nosso lado, temos que usar o que nos resta.