Blog do escritor Ferréz

Divulgação do Selo Povo segue a milhão.

A Divulgação do Selo Povo segue a milhão, esse mês meia página da revista Caros Amigos é dedicada ao selo, e seus dois primeiros lançamentos.
Também o Jornal NFL traz matéria sobre a editora, além do anúncio no jornal Boletim do Kaos, fora a infinidade de blogs e sites que tão dando espaço pra essa iniciativa. fica nosso agradecimento a todos que estão entendendo essa idéia.
outra matéria legal saiu no site: http://www.redebrasilatual.com.br/
Ferréz lança o documentário Literatura e Resistência
Por: Thiago Domenici
Publicado em 26/05/2009
Tags: , ,
Autor de Capão Pecado e Manual Prático do Ódio, Ferréz retrata os 11 anos de sua história com depoimentos de amigos e colaboradores

"Vamos distribuir 1.000 cópias para professores. É informação na rua, a preço de pirata e fortificando a nossa autogestão” (Foto: www.ferrez.com.br)
Como o próprio Reginaldo diz: “o nome Ferréz é um híbrido de Virgulino Ferreira (Ferre) e Zumbi dos Palmares (Z)”, maneira que encontrou para homenagear os heróis populares brasileiros.
Autor de livros como Capão Pecado, Amanhecer Esmeralda, Manual Prático do Ódio e Ninguém é Inocente em São Paulo (publicados pela Editora Objetiva), dessa vez o empreendedor sócio-cultural da periferia paulistana traz ao público o DVD Literatura e Resistência, um documentário sobre sua trajetória e vida ao longo dos últimos 11 anos. Morador e, porque não, embaixador do Capão Redondo, o título do documentário faz valer na prática o que representa Ferréz, legítimo criador da nova literatura marginal.
O lançamento será no dia 4 de junho, às 20h, no Itaú Cultural, abrindo os trabalhos da quarta edição do Antídoto – Seminário Internacional de Ações Culturais em Zonas de Conflito, que acontece entre os dias 4 e 28 do mesmo mês, reunindo líderes sociais e religiosos, intelectuais, jornalistas, escritores, artistas e pensadores de comunidades brasileiras como, por exemplo, Heliópolis e Paraisópolis, em São Paulo.
“Informação na rua a preço de pirata”
Num depoimento à Rede Brasil Atual, o escritor explicou que o documentário conta os 11 anos de sua história sempre pontuada pela participação dos amigos e colaboradores dessa construção, desde a criação do selo 1daSul até a consolidação da Nova Literatura Marginal.
“Significa um grande passo, já que é o primeiro produto artístico nosso mesmo, vem também um livro a 5,00 reais, e o DVD vai ser vendido a 9,90 e vamos distribuir 1.000 cópias para professores. É informação na rua, a preço de pirata e fortificando a nossa autogestão”, diz.
O DVD de 54 minutos acompanha as suas palestras, intervenções e passagens por palcos e projetos, em comunidades no Brasil e na Itália, França, Alemanha, Portugal e Espanha, sempre com foco na literatura. Mostra, ainda, o lançamento de Capão Pecado, sua primeira obra de sucesso, e o trabalho feito na comunidade com a marca de roupa fundada por ele, a 1daSul.
O documentário também traz depoimentos de amigos e parentes, além das participações de Chico César, Preto Ghóez, Lourenço Mutarelli, Lobão e Eduardo (Facção Central). Os extras tratam do processo criativo do autor e conta com videoclipes.
Em seu blog o escritor informou que em breve o filme terá exibições no “Parque Santo Antônio, Biblioteca Êxodus, Grupo Clariô, programa Interferência, Casa do Zezinho, Sarau da Cooperifa e qualquer lugar que alguém colocar uma tela.”
Quando: dia 4 de junho, às 20h Onde: Sala Itaú Cultural, Av. Paulista, 149 - estação Brigadeiro do metrô. Informações: (11) 2168-1776/1777 ou pelo sitehttp://www.itaucultural.org.br/
e a primeira matéria sobre o Selo Povo foi feita por Alceu Castilho em 7 de maio de 2009 / cultura.reportersocial.com.br
Selo Povo:


inspirado no tráfico, Ferréz lança livros a R$ 5,00
Escritor Ferréz lança selo para promover literatura nas periferias
Ferréz segue surpreendendo. Escritor e empreendedor comprometido com sua origem e seus pares, na periferia de São Paulo, ele encontrou na logística do tráfico de drogas a inspiração para um modelo alternativo de distribuição de livros. A editora L.M. (Literatura Marginal) lança em julho o Selo Povo com um livro seu, Cronista de um Tempo Ruim, em seis Estados: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rondônia. Os livros custarão R$ 5,00 – ou “o preço de uma cerveja e meia, e mais barato que um prato feito”.
No site http://selopovo.blogspot.com/ Ferréz avisa aos parceiros: “os distribuidores somos nós”. “Salve guerreiro, você que tem comércio em alguma região periférica, ou é um militante da cultura de rua, ou mesmo se é só um mano ou uma mina querendo fazer parte da verdadeira revolução, mande um e-mail pra gente no literaturamarginal@ibest.com.br e vamos te contactar para distribuir nossos livros, o ganho é de 20% do material”.
A idéia do escritor é que a periferia tenha acesso à leitura – e que o leitor seja um “traficante de informação”. O formato da coleção, inicialmente de oito livros, será o de bolso. “Na livraria eles custam no mínimo R$ 20,00”, diz Ferréz. “O Selo Povo foi criado para fazer o livro chegar a quem realmente precisa ler, é também uma forma de mostrar ao mercado a faltade senso referente ao preço das obras”.
O segundo livro, Amazônia em Chamas, será da escritora Cernov, de Manaus. A tiragem variará entre 1.000 e 1.500 exemplares. O selo também terá DVDs, por R$ 9,99. O primeiro será sobre Literatura e Resistência, com lançamento em junho no Itaú Cultural. Além de Ferréz, traz também depoimentos de Paulo Lins (da Cidade de Deus), do músico Chico César, do escritor pernambucano Marcelínio Freire (prêmio Jabuti em 2006) e de Eduardo, do grupo de rap paulistano Facção Central.
agora é continuar infernizando todo mundo, pra gente espalhar livro que nem cd pirata na quebrada, dia 4 do 6 no ítaú é a primeira amostra do nosso documentário, que deverá sair em um mês em DVD, seguido de perto pelo nosso primeiro livro.
Vamos que vamos. Ferréz selopovo.blogspot.com

4 comentários:

André disse...

Salve mano Ferrez
é a 1º vez que entro em seu blog e achei da hóra.Quero te dizer que através de você conheci o nosso grande João Antônio,autor que acendeu dentro de mim a paixão pela literatura.
Firmão guerreiro

Vandré

André disse...

Salve Ferréz
Através de você conhecio o grande João Antônio,autor que acendeu a minha paixão pela literatura
Firmão

André disse...

Salve Ferréz
Através de você conhecio o grande João Antônio,autor que acendeu a minha paixão pela literatura
Firmão

turco disse...

Fala ai mano Ferrez , tinha um grupo chamdo moral urbana e até cheguei a te conhecer pessoalmente quando ensaiava com Periferia ponto c hoje faço curso de Direito mas quero mesmo é te parabenizar vc é um exemplo de intelecto periférico que abala a elite que achava que na periferia só havia loucos sem cultura aquele abraço irmão e fica na paz.