Blog do escritor Ferréz

Meninos e "Pontes"

O nome dele era: Carlos Eduardo Ferraz Oliveira, mas provavelmente teria algum apelido, onde os amiguinhos o chamariam de Cacá ou Dudu.
Tinha 7 anos, não tem mais porque caiu no córrego.
Foi levado, tirado do seu bairro na Rua Maria Batista, no Jardim Neide na Zona Sul de São Paulo.
Sim, esse lugar existe, embora muitos duvidem.
O pequeno Carlos foi buscar uma bola que caiu no córrego, ele nunca mais vai brincar, nunca mais verá a luz do sol sobre os barracos, nunca mais beijará sua mãe, porque alguém jogou a verba em outro lugar.
pra que fazer galerias em favelas?
Assim como Alexandre Isaac Mendes, de apenas 8 anos, que indo da Zona Sul/Campo Limpo foi encontrado 3 dias depois no Rio Pinheiros, nas aproximações de uma importante universidade. Encontrado numa outra cidade, essa sim, cheia de construções e soluções.
num preciso falar mais nada, as fotos abaixo falam tudo.
to muito triste cara, pode apostar que to muito triste, e com muito ódio também, mais dois anjos da periferia na conta da elite.


A nossa cidade e acidade do futuro.
um pequeno córrego e a gloriosa ponte que desembocará no novo shopping.

5 comentários:

Mau disse...

A desigualdade social acaba cada vez mais com a nossa sociedade e com o nosso país ...

Ricos e pobres juntos mas totalmente separados ...

Apenas a educação para resolver isso ... essa que está cada dia mais longe de todo nosso povo ...
Correr atrás é o que nos resta ...
um ótimo jeito de resolver isso é fazer os cursos do SENAI voltados para a indústria ...

A parte da mecânica é muito interessante (como tornearia mecânica, máquina fresadora)... dêem uma olhada no site www.sp.senai.br/

É só se orgarnizar e ter força de vontade... o salário inicial varia no começo de uns 800 reais até uns 1500...

Então rapazeada ... corram atrás ...

yLSAO E RENATO VITAL A CORRENTE FORTE DO GUETO disse...

é foda mano, e o jornal só da um trechinho pra uma vida inteira que foi perdida, tudo por conta da falta de senso do filho da puta do governo( to falando palavrão aqui, pois no blog reclamarão comigo, e foi gente do movimento, fazer o quê). Foda mano vários moleques já morreu por causa dessa porra desses córregos, e chega a eleição é a mesma putaria, os comédia bota a cara e usa do sofrimento do povo. O importante é nós ta na missão, a caminhada é difícil, mas nós estamos ai né não. Falou Fèrrez é nóis no 3º encontro da literatura marginal.

Ana Lígia disse...

Pôxa, Ferréz, que parada bizarra. aqui em Salvador o trânsito mudou todo em um pedaço da cidade por conta de um shopping tb. E há mais de 20 anos existe um assentamento de sem-teto chamado Nova Constituinte, que não tem saneamento básico e luz...enfim...mas a prefeitura já colocou até placa com o nome da rua. Mas qualidade de vida...hoje, só amanhã.
No entanto, tanta gente boa tentando continuar. "Sem perder a ternura jamais".

Christian disse...

Nada mais retilínio nesta vida
do que fios paralelos sobre postes de alta tensão.
E aonde houver um grão de areia de vida ainda há de chegar um fio só do futuro.
AC-Retro

Existe muita coisa pra resolver!!!
abraços
mx

Dumato disse...

admiravel seu registro......
façamos cada um sua parte , mesmo que seja um pequeno manifesto para uma futura inversão de valores , que o criador abençoe nossos anjos.
good vibes!!!