Blog do escritor Ferréz

Termina a Jornada

Salve.
Terminou a Jornada Literária de Passo Fundo, e segundo a ótima definição do Torero, teve autor que se amarrou na cama e gritava: - não me tirem daqui, aqui eu sou lido!
E não é diferente dessa brincadeira não, um ótimo evento organizado pela Tânia e as jornadetes


Essa é a Tânia, que recebeu agente no hotel e deixou a única regra de Passo Fundo para os escritores.
- aqui vocês podem ficar a vontade, e tudo dará certo no evento, desde que vocês façam absolutamente tudo que agente mandar.
E qual foi minha surpresa quando fomos para o hotel as 2 da manhã depois de um jantar que não acabava mais (na mesma mesa, eu, Ignácio, Torero, Mei, Monique Revillion,Pelegrini, na imediações Ziraldo, Mindlin, Lia Luft) e tivemos que acordar as 7 da manhã para falar para as crianças da jornadinha. era um circo fantástico que tinha 4.000 crianças, e foi uma das maiores experiências da minha vida.
abaixo a foto de Meshack Asare (Gana, África Ocidental) autor do livro, O chamado de Sosu, que comprei para fazer leituras na biblioteca Êxodus.

esse ai é o Rui, autor que me lembrou muito o B Negão.

Esse ai é o Spacca que nos acompanhou no almoço, um dos maiores cartunistas do Brasil, e muito sangue bom, queria me dar até seu ticket de vinho, mas informei a ele que eu não bebia.


para terminar essa narração, fica ai a foto do Ignácio, que me entregou o prêmio de Passo Fundo e me fez rir muito no ônibus quando embarcamos para Porto Alegre.

A Jornada de Passo fundo foi um marco para a literatura nacional, não é atoa que a cidade foi eleita e reconhecida como a Capital Nacional da literatura no Brasil, recomendo a todos que daqui a 2 anos, vão ver de perto o que é um verdadeiro evento literário, onde é feito um trabalho de muitos meses sobre os autores nas escolas, bem diferente da Bienal de São Paulo e suas convidadas Xuxas da vida, onde o mais importante é ter milhares de crianças andando pra cima e pra baixo atráz de algum global famoso, roubando a brisa dos escritores que tanto lutam por algum espaço para simplismente contar uma história.

vou postar as fotos do evento em breve, assim que chegarem em sampa, afinal no hotel a hora da internet é 2,50 por 15 minutos, imagina quanto ficaria esse texto completo?

abraços

Ferréz

4 comentários:

dariopouso disse...

Aleluia com Sócrates

Um dia Sócrates levantou cedinho e foi consultar o oráculo. O mais sábio dentre os gregos foi consultar o oráculo. Quase 25 séculos depois, um pai de família desempregado e embrutecido pela favela da periferia de Brasília, me pede uma informação. Buscava uma igreja. É duro ver um pai de família tendo como ultima esperança aos pastores malandros das igrejas sádicas que se alimentam dos excluídos da história. O homem queria saber onde ficava a famosa igreja com coqueiros na frente. Às vezes tenho manias de oráculo. Adivinhei que aquele pobre homem perderia suas ultimas gotas de dignidade para os criminosos da fé.

May Parreira disse...

Ferréz,
Muita alegria termos dividido o pão da literatura durante a Jornada.
Obrigada, bro. Você é mil, parabéns para quem gosta de você.
beijo carinhoso da May Parreira.
(Ah, meu nome é assim que escreve - may)
Veja nossa aventura também no meu site: www.oficiodaspalavras.com.br

Adriano disse...

Firmeza Férrez! Pena que não pude ir na jornada, mas tava meio sem grana.
O evento quase não saiu por falta de grana, o governo do estado ia cortar a verba, mas no final acabou acontecendo. Essa jornada só acontece porque a Tânia corre atrás, se fosse depender de governo, já era! Um abração e espero que voltes a minha cidade. Um dos pontos positivos foi que começaram a divulgar mais os teus escritos por aqui devido a tua presença na jornada.

anselmo disse...

Boa tarde,

Mestre Ferrez, sou professor Universitário e atualmente leciono uma disciplina para a faculdade de pedagogia, estamos desenvolvendo uma oficina de projetos de pesquisa.
Existe um grupo que pretende estudar a sua contribuição para com a Educação.
Gostaria de saber se existe a possibilidade das alunas entrevistarem o senhor.

De qualquer modo fico no aguardo de alguma resposta.

Meu nome é anselmo, pode enviar resposta pelo email, camaraneiva@uninove.br