Blog do escritor Ferréz

Canão, Paquistão, Capão.

Salve
Ontem me despedi das quebradas para a viagem.
passei no Canão, vi o incêndio e conversei com algums manos, tinha alguns pontos que agente não conseguiu entrar. Um imenso buraco negro e alguns restos de fumaças, os frágeis barracos não agüentaram o calor, tava até a defesa civil lá, mas como sabemos o estado vai fazer só o básico, e a luta por todos os móveis e bens vai ser individual, um novo corre, acordar cedo e batalhar para reaver o mínimo que tinham.
Quando vi que não conseguia conter as lágrimas, fui para o Paquistão em Heliópolis, entrei pelos prédios e cheguei no point do palco, lá entre as ruas estreitas vi a foto do Nego Mário ao lado de Jesus Cristo numa parede, pra quem conheceu o mano sabe porque aquela homenagem.
Na volta ainda vi o rosto do Sabotagem, o maestro do Canão em outro muro, lembrei do Robson Canto que devo uma visita, mas o mano tá trabalhando então, colo em alguns manos, falamos da quebrada e de como o número de habitantes só aumenta, e de como a favela parece que vai explodir de tanta gente.
Um passa com uma porta nas costas, crianças voltam da escola correndo com suas mochilas balançando, um cachorro tumultua a transito já feito por lombadas desproporcionais, bares com som alto, viche! to de ida, vou terminar a minha despedida no Capão, colo na Sabim e as crianças reclamam que a biblioteca tá fechada, falo com o Wilson que explica, o professor de samba rock tá atrasado, um monte de criança aglomera, protesta pois querem que abra a biblioteca.
Volto a pampa pra minha casa, vou ver minha filha, está sentada no berço, ela tem um berço, eu não tive um, algo já melhorou.
Um pouco antes de cruzar o atlântico, programado pra falar, pra dar respostas, mas na verdade com muitas perguntas na cabeça, mas uma coisa pode apostar, vou lembrar de todos que nunca vão ter essa chance de falar, e vou fazer o meu melhor, sabe porque? aqui é favela nêgo.

Ferréz

6 comentários:

Pablo disse...

confio em você meu fiu!
Você nao sabe se existe alguma forma de comprar ou assistir o documentário "favela no ar" aqui da españa? Sabe algo desse documentário? Abraço e bem vindo a friaca.

MR. TITO disse...

Salve,

Desejo uma boa viagem,fique na paz e boa sorte guerreiro.

Abraço

Robson disse...

Salve rapá!
Aí boa viage!
Da hora esse texto! Paquistão é du ladim de casa! Eu moro na frente da 95DP:
Demorô pá tu í lá!
"E a Dana tem berço, algo já melhorô!" né, não? De sofrimento já basto o nosso passado! Fala aí?

É nóis que tá.

Consta nos Ovnis, no Pravda, na Vodca disse...

MUITA FORÇA PRA VC, IRMÃOZINHO!
SEMPRE E MAIS!

Alan disse...

Olá
Em dezembro realizaremos um evento que reunirá pesquisadores que estudam o movimento cultural Hip Hop aqui na Unesp Araraquara, mas para isso precisamos fazer um levantamento de quantos e quem são esses pesquisadores, pode ser iniciação científica, mestrado, doutorado, livre docência e até militantes do movimento que estiverem interessados .
Os interessados podem responder para este mesmo e-mail e em breve estaremos fornecendo mais informações sobre o evento.
Desde já obrigado a todos e a todas




Alan P. Correa
Graduando em Ciências Sociais
Pesquisador do Nupe GT Araraquara
Unesp "Julio de Mesquita Filho"
Faculdade de Ciências e Letras
campus Araraquara
Tel (16)81428077

Alan disse...

Olá
Em dezembro realizaremos um evento que reunirá pesquisadores que estudam o movimento cultural Hip Hop aqui na Unesp Araraquara, mas para isso precisamos fazer um levantamento de quantos e quem são esses pesquisadores, pode ser iniciação científica, mestrado, doutorado, livre docência e até militantes do movimento que estiverem interessados .
Os interessados podem responder para este mesmo e-mail e em breve estaremos fornecendo mais informações sobre o evento.
Desde já obrigado a todos e a todas alancorrea_92hotmail.com

Alan P. Correa
Graduando em Ciências Sociais
Pesquisador do Nupe GT Araraquara
Unesp "Julio de Mesquita Filho"
Faculdade de Ciências e Letras
campus Araraquara
Tel (16)81428077