Blog do escritor Ferréz

Grandes homens

salve lokos da Litera-rua
essa mesa foi ocupada durante anos pelo maior autor que esse pais já conheceu, João Antônio, enquanto as faculdades só citam livros de um monte de bunda mole, os verdadeiros homens e mulheres da caneta eles tentam apagar, mas João continuará, seus livros e sua história resistem, longa vida aos verdadeiros revolucioliterários.
Edward Bunker, filha da puta e só. preso por porte ilegal de juventude, escreveu seus maiores sucessos na cadeia, morreu sabendo que virou um dos maiores autores americanos. só de filmes feitos com seus roteiros são mais de 5, todos grandes sucessos de público e crítica, a autobiografia dele foi a melhor coisa que li ano passado.

Dostoievski, autor de Crime e castigo, o maior romancista que o mundo conheceu. influencia tanta gente e tantas obras, que continua mudando pensamentos até hoje.
Lourenço Mutarelli, mente criativa casando, todos passamos por isso um dia, autor de Jesus Kid, Cheiro do Ralo e Natimorto, se você num leu o cara, não sabe nada dessa vida meu rapaz.

Gorki, um dos poucos escritores que trabalharam muito na vida, proletariado fudido, passa tudo que viveu pro papel, é conhecido pelo livro 'A mãe' que virou filme e foi adpatado para o teatro uma centena de vezes, mas, "A Batalha da vida" é o livro que considero seu melhor.

Hermann Hesse, de quem sou fã incodicional, o maior pensador pós guerra, estou terminando seu diário e logo vou entrar em Knulp. Num fico 3 dias sem tocar em algo que ele escreveu, o único autor que conheço que consegue escrever 2o páginas sobre um lírio no campo. sensacional. você sabia que ele recebeu o prêmio Nobel e nem foi buscar? ficou em casa pintando seus quadros.
Flaubert, o primeiro que li na vida, só de ter escrito Madame Bovary (que virou filme e eu nunca acho) já teria deixado sua marca nesse mundo, mas o homem continuou e fez uma obra inigualável, morreu debruçado em sua mesa escrevendo seu ultimo romance, isso é que é dignidade até na hora de morrer.

John Fante me foi apresentado por Bukowski e nunca mais larguei dele, de escrita muito eficaz, seus romances, no qual se destaca "Espere a primavera Bandini" que faz parte de uma trilogia, tem o estilo que mais tarde seria adotado por Buk nos seus livros, o uso de capítulos curtos. John é muito conhecido pelo livro "Pergunte ao Pó" que faz parte da mesma trilogia.

E por ultimo, o velho do mar, o rei das cartas, ex entregador de correspondências para o estado, que depois de 60 anos de idade começou a despontar na carreira literária, na sua biografia, que é foda demais, você vê a vida de um escritor que tinha um guarda-roupa cheio de poesias e desenhos (é, Buk desenhava, quando falei isso pro Angeli (Chiclete com banana) ele pirou pois sempre foi fã do Buk, é só alguém ler Rê bordosa pra confirmar), então voltando ao assunto, o bicho bateu máquina pra cassete, mas também deixou uma obra maravilhosa, basta vocês lerem Mulheres, Numa fria ou Pulp, para confirmar.



abraços Ferréz



7 comentários:

Fabricio Romano disse...

Só faltou o Velho Safado, Charlie Bukowski!

Turu curitiba disse...

valeu as dica loko, alguns ja conhecia de seus livros outros nem ouvi falar, mas agora vamo que vamo; abrços estaos aguardando o proximo seu até..

Fábio disse...

Falando da obra de Buk, e tantos outros escritores menosprezados (inclusive vários escritores brasileiros largados ao relento), é interessante analisar as respostas que alguns “escritores, críticos e membros da academia - ficam entre aspas, alguns nem podem ser considerados como tais... só enrolam e nada mais” nos dão, dizendo que tais livros são “literatura pra adolescente ou aliteratos”. Bem, talvez eles não façam idéia do universo complexo que é revelado, por exemplo, em Numa Fria; não vejo retrato mais fiel da nossa época.

Fábio - Curitiba

cirilo disse...

Salve Ferrez!!!!!
Que seleção cabulosa essa, heim?
Ja tinha jogado com quase todos (ainda falta Edward bunker e João Antonio)e pel´A Batalha da Vida, que li recentemente, sempre passo aki pra ver as novidades. Vendi o passa de Gorki (bate um bolão) pro Robson Canto por R$10, e ja vô sonda o João Antonio.
Veleu Olheiro!!!!
É tudo nosso!!!!
Augusto.

Djabal disse...

Grandes dicas. Abraços.

.nãoqueroentenderarazãodeestaraqui. disse...

Tenho que ler muito ainda.
Li Dostoievsk, mas nunca li um livro seu.

Penetrália disse...

Oi, Ferréz, tudo bem? Há algum tempo mandei um livro para você chamado Entendendo a Nossa Insegurança. Enviei para a redação da Caros Amigos quando você tinha lá e nunca tive uma resposta sua.
Meu pai é coronel da PMMG e é um dos autores. Ele quer que eu poste trechos do livros para debatê-lo em meu blog e eu gostaria de convidar você para esse debate, justamente por você poder denunciar e ver o outro lado do policiamento e da segurança pública.
Meu blog é wwwpenetralia.blogspot.com
Aguardo sua resposta.
Abraços do Lúcio Jr.