Blog do escritor Ferréz

Palestra Amanhã


Salve, só pra lembra que amanhã tem palestra minha e do Noblat com mediação de Marcelo Rubens Paiva.

segura ai o panfleto do evento, quem quiser colar será super bem vindo.

ah! já ia me esquecendo, o evento não vai mais rolar pela internet, então quem quiser tem que ir lá mesmo para ver ao vivo.

Ferréz

6 comentários:

Joana disse...

vendo coisas assim é que eu lamento morar longe desse eixo sudeste onde as coisas acontecem. maomé irá à montanha um dia e eu vou sufocar de informações o tempo perdido. boa palestra!

aline disse...

olá, Ferrez! Vou pedir um favor a você: eu gostaria de me corresponder via carta com o Brown, cartas de conteúdo político, social, literário e filosófico. Não há na internet (não que eu tenha encontrado) um endereço, nem da gravadora Cosa Nostra, será que você poderia me arrumar o endereço da gravadora para eu enviar a tal carta? Agradeço desde já.
Abraço.

wendell disse...

Ferréz,

Tudo bem!! Caro colega, sou estudante de jornalismo, e estou na finalização do meu TCC, onde estou fazendo um trabalho sobre blog, e achei o seu blog muito interessante. E gostaria que o Sr. me ajudasse com o meu projeto, é muito simples com uma breve entrevista, onde ele pode ser feito através de um questionario que irei enviar para o Sr. por e-mail. Será muito curto e simples so precisa de alguns minutos nada além de cinco minutinhos no máximo eu garanto, por favor me ajude a terminar o meu projeto, o Sr. já tem o meu endereço de e-mail, basta o me enviar um e-mail respondendo que ira me ajudar, por favor, me ajude. Sei que amanhã o Sr. e o Ricardo Noblat, vão participar de um debate so blog, onde irei gravar todo o debate. o Noblat, irá participar do meu TCC, já esta marcado com ele uma entrevista na proxima segunda feira. Gostaria muito que o Sr.participasse e me ajudasse com o questionario e muito simples, por favor me ajude a terminhar o meu TCC.
Atenciosamente,
Wendell Cândido

Cláudia disse...

Ferrez, pode me ajudar? estou fazendo um trabalho sobre o manual prático do ódio em crítica literária...faço letras...
me adiciona no msn pombasuicida@hotmail.com ou me manda seu contato via email claudiadrb@gmail.com

um abraço!
:)

Daniel disse...

Ferréz ontem foi a primeira vez que te ouvi. Já era acostuma com os seus textos na Caros Amigos, dai migrei para o blog e do blog conheci o site.
Realmente o que vc escreve é o que vc é.

Robinson disse...

Caro Ferrez,
Quero parabenizá-lo por suas francas e sinceras colocações durante a Palestra no CCBB, ontem.
Firmeza mano.
Você disse que continua acreditando na possibilidade de um mundo melhor e eu achei isso muito legal. Mas lembre-se de que tudo isso é produto da opressão que nós seres humanos sofremos. Cada um tem que trabalhar seus fantasmas internos também. Só atacar o poder não ajuda porque o bicho pega internamente com a fantasia persecutória rolando solta. Precisa ter disciplina espiritual e eu acho que você já deve fazer isso. Percebi quando você falou do período em que o telefone parou de tocar em sua casa, após uma fase de euforia com o sucesso do seu primeiro livro. Acho que a moçada precisa ser alertada disso também. Eu até quis te contar de um fato que testemunhei numa noite de domingo, voltando da periferia para o centro, tá ligado. Do meu carro eu vi que uns caras vinham com farol apagado fazendo estripulias pela av.MBoiMirim. Na Av.Guarapiranga, logo depois do Shopping Fiesta, eles passaram no farol vermelho e manobraram para acertar num pedestre. Atropelaram um jovem que ficou estirado no chão. Fugiram sem titubear. Eu vi claramente que foi de propósito. Um crime bárbaro contra um desconhecido. Tem muito cara doente escondido atrás da máscara de periférico. Eu creio que você tem consciência disso, mas nunca é demais lembrar.
Tá num bom rumo, eu acho. Precisamos da sua disposição de lutar. Firmeza.
Segue fala de Raquel de Queiróz:
"[...] tento, com a maior insistência, embora com tão
precário resultado (como se tornou evidente), incorporar
a linguagem que falo e escuto no meu ambiente nativo à
língua com que ganho a vida nas folhas impressas. Não
que o faça por novidade, apenas por necessidade[...]"

Abração,
Robinson