Blog do escritor Ferréz

Alta cúpula


Salve

toda vez que terminava um livro, ia para a viela, olhando a água salubre do córrego e esperando alguns amigos, eu esperava ancioso o momento de contar sobre a história que tinha lido, os amigos chegavam, o papo começava e eu mal conseguia dar um resumo do que tinha lido, ninguém ligava, no máximo fingiam interesse, mas logo o time campeão da semana tomava conta do assunto, assim como o ultimo ganhador do campeonado de várzea e qualquer assunto que tivesse tido destaque na tv era mais interessante que um gordinho de óculos falando de livros.
demorou 31 anos para o autor aqui presenciar uma roda literária em plena periferia.
mas...aconteceu.
eu colei no sarau da Cooperifa essa semana, e o barato foi louco, sem assuntos de motos, carros, homicídio, policia. Ave maria nada disso.
no final do sarau, como todo bom rato de biblioteca que sabe onde estão os títulos mais escondidos, eu fui convocado a sentar na mesa do Sérgio Vaz, lá junto com Márcio, Augusto e depois com a chegada do Lobão, o papo foi mil grau.
o assunto daquela noite calorenta, cheia de abraços que interrompiam a conversa a todo momento foi, Neruda, Hesse, Paulo Lins, Dostoievski, João Antônio, Plínio Marcos.
E olhando para as luzes acessas que davam um ar bucólico para aqueles morros eu cheguei no que tanto queria.
falar e fazer literatura na comunidade, pro povo da comunidade
nada mais digno e verdadeiro.
ah! e de quebra ainda perdi o cabaço, pela primeira vez li um poema no sarau, antes eu só tinha falado letras de rap, dessa vez foi poesia mesmo.

segura.

Ferréz.

5 comentários:

juliano disse...

Ei Ferrez,

Admiro muito o seu trabalho e sua força do dia dia para vencer várias batalhas e, além de todas essas que você já tá vencendo, a guerra também.
Já tenho o "Ninguém é inocente em são paulo", além dos ótimos contos acho uma das capas mais legais que já foram lançadas. Estou a procura do "manual prático do ódio". Minha mãe é da prefeitura do campo limpo, ela te conhece pessoalmente mas eu ainda nao tive essa sorte. Tou fazendo um curso de cinema, e ainda quero fazer um curta desses seus contos hein?!

Abs e muita fé
Juliano
http://caminhosextremos.wordpress.com/

Robson Canto disse...

Salve "Trutão"!
Eu vi a mesa formada lá no Cooperifa, até pensei em sentar mas eu não tenho inteligência suficiente pra formar com os presentes da mesa!

abraços "tiozão"

R.Canto

Cassita disse...

Ferréz,
Foi uma felicidade rever seus textos na Caros Amigos.
Espero que permaneça lá, por muito tempo.
Suas letras e suas histórias emocionam e mostram que a gente não pode desistir.

Um abraço,
Cássia

eduquero disse...

Salve mano Ferrez eu sou Eduardo bezerra ator e revoltado com a sociedade de merda tbém mano..

há dois anos atrás participei de um processo de um filme chamado Querô do dramaturgo Plínio Marcos, que será lançado em meados de agosto de 2007,
tive a oprtunidade junto a outros 39 garotos de 13 a 19 anos descobrir um caminho, diferente do mundo desse jovens invisíveis pela nossa sociedade que é a realidade dura das obras do Plínio

quero dizer q esse seu blog é du karalho e que temos um site

www.queroofilme.com.br

com um blog q abordamos temas que também têm tudo a ver com seu trampo e a realidade dura que o RAP sempre traz.

espero manter contato com vc e gostaria de um marcar uma cabine pra debater sobre o jovem em si..e essa nossa sociedade.

aguardo teu retorno

parabéns pelo trampo,

Eduardo Bezerra
para mais esclarecimentos

eduardobezerradasilva@hotmail.com
eduquero@universia.com.br

eduquero disse...

Salve mano Ferrez eu sou Eduardo bezerra ator e revoltado com a sociedade de merda tbém mano..

há dois anos atrás participei de um processo de um filme chamado Querô do dramaturgo Plínio Marcos, que será lançado em meados de agosto de 2007,
tive a oprtunidade junto a outros 39 garotos de 13 a 19 anos descobrir um caminho, diferente do mundo desse jovens invisíveis pela nossa sociedade que é a realidade dura das obras do Plínio

quero dizer q esse seu blog é du karalho e que temos um site

www.queroofilme.com.br

com um blog q abordamos temas que também têm tudo a ver com seu trampo e a realidade dura que o RAP sempre traz.

espero manter contato com vc e gostaria de um marcar uma cabine pra debater sobre o jovem em si..e essa nossa sociedade.

aguardo teu retorno

parabéns pelo trampo,

Eduardo Bezerra
para mais esclarecimentos

eduardobezerradasilva@hotmail.com
eduquero@universia.com.br