Blog do escritor Ferréz

Lei da maioridade e o carnaval



Salve


Nada melhor do que para resolver toda essa crise na segurança pública, leia-se: injustiça social.
do que comemorar com um belo carnaval, patrocinado por muitos desses "monstros"retratados pela mídia.
Gil Rugai era favelado? Suzane era favelada? e o aspirante a médico que metralhou todo mundo no shopping? bom, de exemplos tem vários, entre os Edelbrandos da vida, até os Lalaus, entre Collors e Pts inteiros que estão na listas.
mas o que aparece na tv? jornal do Sbt, uma reportagem começa sobre a mairidade penal, então a repórter aparece com uma favela ao fundo e diz: os jovens que cometem esses crimes, geralmente vem de lugares como esse.
eu juro pra vocês que me senti numa matéria do repórter éco, onde se mostra no habitat de algum animal.
mas deve ser alucinação carnavalesca da minha parte, já que ninguém se pronunciou contra, e tem tanta entidade ai com nome de favela, será que alguma delas vai fazer algo? talvez se tiver como tirar algum do caso.
agora se não render nenhum projetinho, ai não podemos fazer nada.
enquanto isso, vamos ver nossos iguais empurrando os carros super coloridos com os modelos da globo, da band etc em cima, rebolando e dizendo bem alto - eu quero que se foda.....


é carnaval. viva.


Ferréz

3 comentários:

Isabelle disse...

esperava um texto desses nesse carnaval.
ele veio e, ainda mais, acompanhado de charges muito bem escolhidas.
parabéns mais uma vez, Ferréz, pela reflexão.

Abraço,

Isabelle Bento
Fortaleza-CE

Pseudo disse...

obralEsse negócio de abaixar a maioridade penal é coisa de maluco! A sociedade fica tão chocada com a brutalidade que não pensa racionalmente e ver que as causas são outras, que se resolvidas tem resultados bem diferentes!

André Gonçalves disse...

engraçado que só havia um menor no caso do joão hélio. mas já, já, esquecem tudo. afinal, o diego, o alberto e o ailton, do BBB, estão em pé de guerra. isso sim, é importante.
e nós, ó.