Blog do escritor Ferréz

Corredor Literário na Paulista, eu não vou.


É isso.
Não basta os executivos terem acesso ao maior número de bancas e livrarias por metro quadrado de São Paulo.
Não basta a Av. Paulista ser o celeiro do Capitalismo Nacional.
Não basta os colégios caros, as casas culturais elitizadas, nada disso basta.
porque ainda temos que tentar fazer a tão sofrida e desinformada elite ler.
livros que custariam R$ 60,00, por apenas R$ 20,00 pra que a elite consuma o resto com cocaína.
bom, eu não vou, não participo e quero mais, sabe pra onde vou hoje? vou pegar minha caranga, descer umas ruas de terra, subir um grande morro cheio de buracos e vou descer na Cooperifa, lá sim, tem gente que ama a literatura.
enquanto isso, deguste os apoios, todas pessoas comprometidas com a literatura e com o bem do povo.
Grupo Silvio Santos (tamakavi você lembra?) (baú da felicidade, nunca conheci alguém contemplado e você?).
Santander (banco que teve lucro menor que o Itaú esse ano)
Banespa (banco que também teve lucro menor que o Itáu esse ano)
Banco Real (banco, mais uma vez com lucro menor que o Itaú)
Telefônica (primeiro lugar de denúncias no procom, parabéns)
Faculdade São Luiz (sistema de bolsas "parciais" tão insignificante quanto todas as faculdades).
o site oficial do evento, ainda traz uma chamada "a vinheta do evento será exibida na Globo"oh! que legal.

Ferréz (mais irônico e puto como nunca).

8 comentários:

maryF disse...

eu tbm nao vou!

umdasul disse...

Ok!
Quero ir na peça sim!...
Já, já te ligo!

Rascunho Em Preto e Branco disse...

...mas essa elite lê o que a Veja, Época aprovam primeiro, meu velho!
Ao menos lê os resumos, comentários, não o livro todo, claro!
E assim segue: livros enfeitando mesas no trabalho,nas praças de alimentação do shoping...
E a gente vai seguindo...

Feliz dia!

maryF disse...

eu tbm quero o telefone do ferreeeezzzz!!!!!!!!

maryF disse...

e...???

Anônimo disse...

ae, mano, fmz?
entao, é o seguinte, sou professor de Sala de Leitura da Prefeitura de São Paulo, trabalho aqui na Cidade Lider, Z/L. Nasci aqui e hoje moro e milito por aqui também...
Pra resumir, queria montar uma coleção circulante de literatura marginal, aqui só tenho o Capão Pecado... já li muita coisa sua, inclusive conheci seu trabalho quando estava lançando o primeiro livro, estudei com o Edu na USP, da labor texto...

Se puder me indicar algo, agradeço...

meu email:
edukaw@hotmail.com

fui, abraço

Anônimo disse...

ae, mano, fmz?
entao, é o seguinte, sou professor de Sala de Leitura da Prefeitura de São Paulo, trabalho aqui na Cidade Lider, Z/L. Nasci aqui e hoje moro e milito por aqui também...
Pra resumir, queria montar uma coleção circulante de literatura marginal, aqui só tenho o Capão Pecado... já li muita coisa sua, inclusive conheci seu trabalho quando estava lançando o primeiro livro, estudei com o Edu na USP, da labor texto...

Se puder me indicar algo, agradeço...

meu email:
edukaw@hotmail.com

fui, abraço

Neuza disse...

Pois é, publiquei meu primeiro livro em 98 e nunca mais. Diz que literatura nacional não vende. Escrever provoca uns risinhos de escárnio da imprensa especializada, uma cara de tédio e chateação nos editores. Quero mais é que se afundem no preço ridículo do livro no Brasil, todos juntos.