Blog do escritor Ferréz

Salve o rei do Terror

Diário

Hoje é dia 15 de janeiro de 2006 e de ontem para hoje quase não dormi, fiquei lendo o livro Maldito que eu já tinha lido somente as primeiras 30 páginas, então passei a madrugada de ontem relendo e estudando toda a discografia do Mojica, isso se deve porque pedi ao Ivan, um repórter amigo que me indicasse um dia para conhecer o famoso cineasta que é tido como louco, mas na verdade é um gênio.
Entre outras coisas ele criou o personagem Zé do Caixão e Homini Finis.
Fui com o Maurício no escritório dele, onde faz cursos de teatro, formando atores que muitas vezes ele utiliza em suas filmagens.
Cheguei meio temeroso, é um prédio ao lado do minhocão e meu temor vem da verdade de que nunca pedi para conhecer ninguém, mas o Mojica eu tinha tanta vontade que pedi esse favor ao Ivan.
Nos encontramos na porta e entramos, o estúdio é cheio de quadros que traz capas dos seus filmes, fiquei encantado com a simplicidade do lugar, e das pessoas que estavam lá para ter aula, entre jovens, idosos e crianças.
Um rapaz que acompanhava o Zé disse que é disso que ele vive, eu quando peguei em sua mão e começamos a conversar, primeiro senti que na minha frente estava um homem autêntico, com duas unhas grandes, um anel de caveira, mas nada assusta mais que sua voz.
Começamos a conversar e dei o Capão Pecado para ele, em seguida falamos de coleções de quadrinhos, de para normalidade e até de ufologia, foi uma surpresa ele dizer que também é fã de Stephen King.
Eu dei as ideais sobre uma caixa de acrílico que ele podia lançar com pedaços de originais de seus filmes, assim como está a venda sobre o seriado do arquivo x.
Ele gostou da idéia e quis pegar meu cartão, espero que ele faça, porque isso valoriza os trabalhos dele.
Falamos sobre a coleção em boxe que saiu e já está esgotada, e sobre os sites americanos que vendem a obra dele toda, ele me falou que só recebeu durante dois meses esse direitos e que assinou o contrato durante sete anos, mas agora vai pegar os direitos e talvez lançar ele mesmo.
O Maurício tirou algumas fotos da nossa reunião e depois foi a vez do Ivan.
O Mojica nos chamou para ir a sua sala e lá falamos de vários assuntos e ele até contou uma história sobre uma palestra que estava fazendo, ou ‘Show’como ele diz, e entrou um cara armado querendo que ele o conectasse com o falecido pai, Mojica segue contando que os dois foram ao cemitério onde estava enterrado o pai do rapaz e o revólver sempre apontado para ele, então ele começou a pegar algumas brechas na história e falou que o pai estava chateado, porque o culpado era o filho e outra pessoa, então o cara falou de uma mulher e Mojica emendou dizendo que era ela a culpada, no final ele se ligou que o filho tinha saído com a mulher do pai e o pai se matado, então falou que o pai queria que ele mandasse a mulher embora para que ele descansasse.
A conversa chegou no fim e o cara abaixou a arma e disse que pagava o almoço de todo mundo.
O legal foi que ele contou a história de um jeito tão aterrorizante que o Maurício nem piscava, e nem eu para dizer a verdade.
Ele chamo a gente para ir ao bar, lá ele pediu um Sangue de Vampiro, que é uma bebida feita com Bacardi, depois ficamos conversando mais, eu tomei um café com leite, junto conosco estava o produtor do filme pornô que é amigo de Mojica a mais de 50 anos.
Na conversa uma das pessoas que estava bebendo o chamou de Zé do Caixão e ele ficou bem bravo, dizendo que era o cineasta José Mojica e que o Zé do Caixão era só um personagem dele.
As fãs acharam ruim mas depois ficaram tirando foto dele no celular.
Nós se despedimos e meu sentimento foi que aquele cara que ainda estava trabalhando tanto, tinha que estar em casa, lendo e escrevendo outros roteiros e não fazendo de tudo para continuar vivo, sendo que tem um monte de sem talento que fica assim, de papas para o ar, só porque tem um nome, ou algum padrinho.
O que mais gostei no Mojica é que ele foi positivo desde a primeira palavra que nos falou, assim que nos apresentamos veio falando das pessoas que o querem seguir, que querem aprender com ele, e do novo filme que ele conseguiu a captação, então o exemplo que é foda, imagina o que esse cara já passou e ainda está com uma auto estima, uma valorização do seu trabalho que é impressionante.
Também falei para o Maurício sobre o exemplo da independência, pois ele disse que queria editar os próximos dvds e lançar por ele, a lição é sempre essa, sendo dita desde o Gog, passando pelo Brown e por ai em diante, independência, a garantia que ninguém vai mais te roubar.
Comecei esse texto no dia 15, e estou finalizando ele dia 16 logo pela manhã, porque queria colocar esse lado do otimismo dele, dá orgulho de ver.

5 comentários:

Brasuca-prod disse...

Salve Ferrez. Aqui é o Otavio. Sou amigo do Lino Crizz e produtor da banda Sandália de Prata, do Capão Redondo. Estamos fazendo um projeto de um show com artistas do Capão Redondo que conseguiram, com trabalho e talento, um certo destaque na mídia e reconhecimento público.
Além do Sandália e do Lino, estamos convidando também Yeda Hills, o Dj Dri (dos Metralha, irmão do Lino), o Magno e o Maurílio (que são da área e fazem parte do Quinteto Branco e Preto), os meninos dos projetos culturais da Casa do Zezinho...e gostariamos de convidar você também. Além do show, pensamos em armar uma mesa redonda e talvez uma exposição de fotos... O nome do show é "Som da Sul", numa referência a "Zona Sul", e acabou também lembrando a 1 da Sul, que se você achar interessante pode fazer parte do projeto, de alguma forma...Andei tentando te achar pelo telefone, mas não consegui.
Se puder entrar em contato, meu cel é 7297-8304 e o email é brasucaproducoes@terra.com.br

Abraço.

WaLBeRBrOWnE disse...

Meu caro amigo FERREZ pelo amor de DEUS responde meu email, meus comentarios cara.
por ja falei até com o Alessandro Buzo.
cara comprei as 3 edições da revista caros amigos literatura marginal, e vou compra os teus livros.
Mano sou aqui da terra do Preto Goez seu amigo que escreveu pra a revista.
O lamartine do ClãNordestino é daqui da minha cidade, meu comterraneo.
cara fiz esse blog so pra comentar aqui mais meu blog mermo er esse :

www.ideiaseatitude.weblogger.com.br

dar um sacada lá no que eu escrevo.
Um salve fica na paz Guerreiro.

Carina Ferraz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Carina Ferraz disse...

Olá... meu nome é Carina e admiro muito seu trabalho...
Participo de um movimento que se chama Humanus 2000. Nós publicamos um zine e neste, que estamos trabalhando, estaremos indicando seu livro, Capão Pecado, iremos falar sobre classes sociais e achamos importante divulgar sua obra, pois nos identificamos com seu trabalho tb. Gostaria de poder lhe entregar nossos trabalhos anterios e logo mais o zine que está pra sair...
Termino agradecendo o que venho aprendendo com seus livros... Além de ótimas leituras são aprendizados para uma vida...
Um grande abraço
Carina

humanus2000@uol.com.br
humanus2000.sites.uol.com.br

umdasul disse...

E ai sumiu?
Cê num responde as mensagem mesmo héin?