Blog do escritor Ferréz

Dialeto de periferia (Ratão/Ferréz)

Salve rapaziada, é o seguinte, essa letra que estou colocando no Blog é inédita e foi uma das ultimas que o Alex (vulgo Ratão) fez, ai vai rap de qualidade pra vocês curtirem, afinal eles matam a carne, mas a alma caminha em liberdade.
Ferréz


Dialeto de periferia, (Ratão/Ferréz)

Meu corpo está preso na guerra, mas minha mente escapa em liberdade.
Literatura marginal lado a lado com us guerreiros de verdade.

Salve salve, suas bandas meu querido
Aqui Alex, crime envolvido
som de ladrão
Idéias certas sem confusão.

Cigano de periferia,
Zica do pantano, zica maldita
Convivendo com todos no dia a dia
Sai zói gordo que conspira

Que num tem disposição,
De fitinha podre tira dez no pião
Conhecendo santas e putas.
Aqui cabeça feita truta.

mundo de um pais sem glória.
Que massacra os negros e a história.
Cópia descarada dos Europeus,
massificação branca aí fudeu.

máquina de cópia, preta, mestiça.
O que vejo na ligo a tv, se liga
Terceiro mundo, colônia de americano,
semi analfabetos nos classificam a todo ano.

exemplo vivo somos agora.
Não deixe os ratos cinza acabar com sua história.
os lokos tão aqui, enquadrando você pra debate,
injustíça e covardia que nos tarde

Não gosto de quem vive pra se explicar,
guerreroz de fé sabe a hora de aperta.
Só quero ver quando a chapa esquentar,
muitos vão correm poucos vão ficar.

Só na minha arma agora posso confiar.
Não sou juiz, mais faço minha justiça
pra conspirar contra quem desacredita.
Dá traição nem Jesus escapou dessas fitas


Me jogaram na favela, pobreza como herança.
Agora já era, traz da justiça a balança
Capão-SP linha entre o bem e o mal.
A vida é um jogo,conseqüência natural

Mente engatilhada,
atirando contra os canalhas
Eu não sou bobo, eu sei como é que é,
o sistema quer me levar de migué.

Sem saúde, sem educação,
Renasci das cinzas do inferno jão
Morte é melhor do que não ter motivo pra viver.
Não sou obrigado a pensar como você

Inseguro sem paz, solução sempre adiante.
A guerrilha na mente, observando tudo como antes.,
Sou a preza que o sistema espera,
larguei a caneta em prol da guerra.

Única saída, socialismo, lá de cima
sobreviver e promover chacina.
São Paulo, cidade com fronteira imaginária.
A marca que a cadeia deixa no homem não se apaga

destroço interno ruim de reintegrar.
Aqui quem fala é Ratão sem amenizar
Sente só o poder da informação,
só ela basta pro playboy cuzão.


Não gosto de quem vive pra se explicar,
guerreroz de fé sabe a hora de aperta.
Só quero ver quando a chapa esquentar,
muitos vão correm poucos vão ficar.

Só na minha arma agora eu posso confiar.
Não sou juiz, mais faço minha justiça
pra conspirar contra quem desacredita.
Dá traição nem Jesus escapou dessas
fitas

3 comentários:

sDobrado disse...

Olá, Ferrez. Meu nome é Daniel (apelidado de Dobrado, aqui por onde eu moro), tenho 17 anos... Moro no Japão, meus pais vieram tentar a sorte aqui, um padrão de vida melhor.
Meus irmãos mais velhos sempre foram ligados ao HipHop, logo quando criança ouvia Thaide & Dj Hum, Gabriel, o Pensador, Pepeu...
A uns 2 anos, eu acho, meu irmão trouxe do Brasil um livro seu, Capão Pecado. Gostei muito desse livro, você é um ótimo escritor.
Hoje procurando informaçõe sobre alguns cds, achei o seu blog. Enfim, queria parabeniza-lo pelo seu trabalho e que continue assim, boa sorte! Paz!

Ass. Daniel "Dobrado" Oshiro

Mr. Leprous disse...

Seus raps podem ser encontrados em programas de downloads, como o Kazaa, Ares e Shareaaza?

Macarrão disse...

E ai ferrez é o macarrao firmeza então meu livro esta pronto e meu disco falta duas faixa logo mais levo esse trampo até vc, to trampando muito quase nao folgo aos finais de semana mais ta bom é por uma justa causa o tempo me recersára fica com Deus esse é meu email cantoumrapmcr@bol.com.br se quiser podemos nos comunica atraves dele Paz e Saude é o que guerreirro precisa certo...........