Blog do escritor Ferréz

faltou malandragem

'e, rapa, tenho uma noticia que muito me desagrada, e vou ser direto.
nesse Brasil, varias tentativas de se fazer algumas coisas mais criativas caem por terra, tristemente esse blog sofreu isso.
algumas pessoas que leem meus textos, a algum tempo estao usando minhas palavras para conspirar contra o proprio movimento que elas participam, isso me deixou muito triste, e tomei a decisao de parar de escrever aqui como se fosse uma diario.
os textos que forem publicados daqui para frente sao de ficcao e sempre a ver diretamento com meu trabalho.
nao serao mencionados nesse blog a palavra " movimento" nem " hip-hop" nem qualquer outro trabalho das pessoas desse meio, e deixo claro que amo fazer parte dessa cultura, amo os discos, amo os grupos, mas chegou num nivel que pra mim nao da mais.
vou deixar o trabalho de " informacao" para os meios competentes como a Revista Rap Brasil e o jornal Estacao do Adunias e ainda para os sites sobre o assunto. o blog vai estar a disposicao da literatura e de toda expressao de vida que nela se encontra, alem de trazer as principais palestras e noticias sobre o meio.
um grande abraco a todos os amigos, espero que entendam.
Ferrez.

8 comentários:

fernanda disse...

que pena, ferrez. mas continuarei vindo aqui atrás de literatura, pena que SÓ de literatura, né. força aí.

Guilherme disse...

Continuarei vindo aqui, para ler suas palavras Sentirei falta dos assuntos "realistas", mas como tu disse temos publicções especializadas competentes para isso.

Um abraço.

Tati disse...

Ferréz, li tua poesia no site do Musikaos e depois te achei aqui!

Muito legal!


Virei visitá-lo sempre!

R@FiX disse...

Camarada, fico triste em mais uma vez constatar que o mal está na interpretação de cada um e não no que é dito e escrito. Cada um vê com os olhos que quer, com preconceitos e outros julgamentos de maneira a sempre prejudicar o próximo..

Viva a uma sociedade libertária!! (talvez um dia).

Sou mais um Bahiano a lutar por todos e que as vezes esquece do próprio umbigo. rafaelpq@gmail.com

Alexandre SS disse...

"Malandro que é malandro não enverga"

Não é de hoje que a manipulação de idéias é uma prática comum.
Vivemos num país colonizado que até hoje busca uma identidade nacional legítima.
Admiro seu trabalho e bem sei das dificuldades de publicar opiniões que contrariam o senso comum ou o interesse de certo grupos.
Mais este é o dízimo que temos que pagar.
Você desiste. Todos perdem.
Alguém disse, que nós, jovens negros de periferia somos minoria e vivemos à margem da sociedade.
Não é isso que eu vejo por aí...
A maioria somos nós.
Você, pelo poder da palavra, representa a maioria.
Não enverga malandro.
A dificuldade é aquilo que nos une.
Paz!

humilde_malandragem disse...

Qui chato!!! Tem sempre os zé povinho pra atravessa...
Graças a Deus somos fortes e abaixamos a cabeça... só não pode desacredita...
Você escreve uns contos lindos, uns textos bem locos!!!
Ganhei o livro Capão Pecado do Robson Canto, li e é simplismente fantástico!!!
Só não pode desistir!!!

Peu disse...

Ferrez, respeito muto teu posicionamento, mas acredito que não deve deixar que apropriações deturpadas das suas idéias te desanime.

gabriel disse...

GABRIEL

Mas o só que Cena em!
Infelizmente essa maneira de se jogar é muito antiga.
'''Quando Jesus foi tentado o Demonio também agil d malandragem usando o conhecimentos das escritas da Palavra do próprio DEUS.''' Ai se abala não
gabriel.indaia@hotmail.com